Pode fazer Harmonização facial com 16 anos?

Pode fazer Harmonização facial com 16 anos?

Pode fazer Harmonização facial com 16 anos?

A harmonização facial é um novo conceito de tratamentos, cujo objetivo é buscar melhorar a estética facial de cada indivíduo, com foco específico na área perioral, ou seja, no terço inferior da face, conseguindo assim destacar suas características favoráveis. Mas uma dúvida comum é se pode fazer harmonização facial com 16 anos.

Um conjunto de procedimentos estéticos é realizado nos níveis oral e perioral que, quando combinados, melhoram várias características da face do paciente, uma vez que tratam o envelhecimento da pele, caracterizado pela perda de elasticidade, volume, aparência de flacidez e rugas, um conjunto de características que nos dão uma aparência mais antiga.

Esse tipo de melhoria na área perioral pode ser alcançado, especialmente com a aplicação de ácido hialurônico.

O que é harmonização facial?

A Harmonização Facial é um conjunto de procedimentos estéticos que, quando combinados, melhoram a simetria da face, transformam algumas características e tratam o envelhecimento da pele, caracterizado pela perda de elasticidade, volume e gordura.

A harmonização facial é um novo conceito que busca destacar a beleza natural de cada pessoa, aumentando seus pontos favoráveis e suavizando os defeitos.

Com uma avaliação personalizada, o foco não está no tratamento de rugas e sulcos, mas na melhoria de cada detalhe do rosto, definindo os ângulos dele; o queixo com uma pequena projeção, contornos bem delineados, sem exagerar nos preenchimentos dos lábios e maçãs do rosto.

Podemos alcançar excelentes resultados com técnicas combinadas, como preenchimento com ácido hialurônico, toxina botulínica, bioestimuladores de colágeno, entre outros.

A beleza depende dos ângulos e proporções ideais. É indicado para homens e mulheres que buscam rejuvenescer naturalmente.

Aqui estão dois procedimentos muito usados:

Ácido hialurônico

O ácido hialurônico (AH) é um complexo natural de açúcar que contribui para o volume e elasticidade da pele e é encontrado naturalmente em todos os organismos vivos. O AH mantém a hidratação da pele e fornece uma película protetora contra o exterior, mas desaparece do nosso corpo ao longo do tempo.

Qualquer tratamento de rejuvenescimento facial deve ser iniciado recuperando a estrutura e a elasticidade dos tecidos profundos da face. Até recentemente, esse objetivo era inatingível para pacientes que não queriam recorrer à cirurgia.

Com a idade, a produção de AH diminui, de modo que a pele perde sua textura e a capacidade de hidratar naturalmente. A modificação dos volumes faciais e da secura se deve à perda de produção de ácido hialurônico e colágeno.

Essa hidratação natural é o que mantém a comunicação entre as células, nutrindo-as e melhorando a eliminação de resíduos e toxinas. Mantém a água por mais tempo, o que torna a pele hidratada e preenche as rugas, elas parecem menos profundas.

Esses preenchimentos não são permanentes, mas são mais seguros, já que o rosto muda ao longo dos anos, e os volumes também mudam, os produtos temporários dão resultados mais naturais e não há perigo de migração que os permanentes têm.

Botox

Botox é o nome comumente dado à toxina botulínica. É uma toxina criada pela bactéria Clostridium botulinum, da qual inúmeras funções e vantagens são obtidas, entre as quais se destacam os tratamentos estéticos. 

Embora, como neurotoxina em grandes quantidades, possa produzir o que conhecemos como botulismo, usado adequadamente e pela mão de especialistas, alcança benefícios reais em termos do aspecto estético da pele.

A toxina botulínica tipo A que é injetada sob a pele é o que conhecemos como botox. Seu mecanismo de ação é o seguinte: bloquear a ação das fibras nervosas musculares para que seu movimento seja evitado. 

A contração dos músculos diminui até sua expressão mínima, causando uma espécie de paralisia. Esse freio no movimento significa que as rugas, que são mostradas ao gesticular com as diferentes partes do rosto, não são visíveis porque os músculos não podem formá-las.

Pode fazer harmonização facial com 16 anos?

Não é indicado que a harmonização facial seja feita em adolescentes, pois ainda estão em fase de crescimento e, portanto, o seu rosto ainda pode mudar, alterando os resultados.

Caso seja necessário, é essencial procurar uma clínica de harmonização facial com profissionais que saberão exatamente onde podem ou não mexer no rosto do adolescente. 

Quais são os efeitos colaterais?

É muito importante informar que os protocolos visam gerar o menor número possível de complicações para cada um dos pacientes. 

Alguns dos efeitos colaterais que podem ocorrer são:

  • Vermelhidão e inflamação local: Cremes anti-inflamatórios e calmantes locais para o frio são usados para o seu tratamento.
  • Contusões: Produzidas pela ruptura de capilares durante o procedimento, embora seja muito raro que isso aconteça, já que com o uso da cânula na infiltração de ácido hialurônico, é possível uma injeção mais limpa e menos traumática.
  • Reações de hipersensibilidade: Mas estas são muito raras em preenchimentos, uma vez que são produtos biocompatíveis que o corpo absorve ao longo do tempo.