O SAMU é o pilar da saúde no Brasil

O SAMU é o pilar da saúde no Brasil

O SAMU é o pilar da saúde no Brasil

O SAMU com toda a certeza é responsável por salvar vidas todos os dias por causa da qualidade dos profissionais que participam desse serviço.

 

Qual serviço de ambulância trabalha com o SAMU ?

Brasil Emergências Médicas é uma empresa na qual atua no Paraná especificamente na cidade de Curitiba, inclusive oferece serviço de transfer médico por causa de uma urgência. O preço é sempre acessível no que se refere à finalidade de contratar um serviço clínico de emergência incluindo a possibilidade de recorrer a outros serviços muito mais especializados.

 

Basta ligar com a intenção de saber mais informações sobre nosso serviço de Ambulância SAMU no qual já opera na cidade de Curitiba. Entre em contato com o telefone do serviço de ambulâncias desta cidade. Os enfermos podem contatar-nos através do nosso WhatsApp no número (41) 99909-2580 bem como através do nosso endereço de e-mail, no qual poderá ser encontrado em nosso site.

 

O que é a ambulância do SAMU?

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ou ambulância do Samu (SAMU 192) é um serviço de urgência pré-hospitalar brasileiro utilizado em casos de urgência, incluindo as emergências médicas.

 

Este serviço foi lançado originalmente na Europa na região da França no ano de 1986, que ficou conhecido como o Service d’aide médicale urgente com a mesma sigla na qual todos conhecemos como “SAMU” que é considerado pelos profissionais da saúde como o melhor serviço de atendimento médico do mundo.

 

Veja quando ligar para a ambulância do SAMU:

  • Em caso de problemas cardio-respiratórios.
  • Intoxicação exógena e envenenamento.
  • Sinais severos de desidratação.
  • Em caso de maus-tratos.
  • Trabalho de parto em que há ameaça de morte.
  • Em tentativas de suicídio.
  • Ataques hipertensivos e dores inesperadas no peito.
  • Quando há acidentes / traumas com vítimas.
  • Choque elétrico.
  • Acidentes com produtos perigosos.
  • Suspeita de ataque cardíaco ou derrame (alteração imprevista da fala, perda de força)
  • Agressão por arma de fogo ou lâmina.
  • Deslizamento de terra.
  • Ataques convulsivos.

 

Qual é a história por trás do SAMU?

Os serviços de atendimento pré-hospitalar móvel, conhecido como Serviços de Atendimento Móvel de Urgência da Ambulância do Samu, são acionados por meio do telefone de discagem rápida (número 192), foram regulamentados no Brasil a partir de 2004 pelo decreto presidencial do governo do presidente Lula ( 2003/10 ), que caracterizam-se por prestar assistência às pessoas com problemas de saúde urgentes nos locais onde esses agravos ocorrem, garantindo atendimento precoce adequado ao ambiente pré-hospitalar e acesso ao sistema de saúde.

 

Assim, este serviço de atendimento móvel da ambulância do SAMU foi criado com a finalidade de organizar os diferentes níveis das situações de saúde que poderiam acontecer, referindo-se a fases menos complexas ou diagnósticas incluindo mesmo uma situação de estabilização clínica na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), e mais complexos casos de especialidades de enfermidades, para os hospitais.

 

Assim, antes da criação do serviço da ambulância do SAMU, os serviços de emergência, terciários, estavam muitas vezes superlotados, afetando as condições sanitárias na unidade, em um mesmo pronto-socorro, superlotação desorganizada. Em seguida, evoluiu para mais serviços organizados em torno do perfil da doença e do paciente. Entretanto, a superlotação continua progressivamente aumentando.

 

Com a modificação do perfil epidemiológico da morbidade da mortalidade devido ao crescimento das causas esses serviços ganham em relevância, causando forte impacto no setor saúde e sua resposta a tal solicitação é essencial a fim de minimizar as sequelas decorrentes dessa situação.

 

Onde o serviço do SAMU funciona?

O serviço da ambulância do SAMU funciona em todo o Brasil com a finalidade de atender milhares de pessoas todos os dias para se ter uma noção do quão é utilizado esse serviço. Em 2005, a ambulância do SAMU-192 operava em 784 cosmópolis brasileiras em também em mais de 25 países, com 101 centros de regulação, trabalhando com brigadas técnicas, em harmonia com centros de controle de leitos em hospitais.

 

O seu atendimento pode ser do tipo primário (ou seja um atendimento para paciente estáveis), quando a solicitação vem do médico que já tenha participado anteriormente no primeiro atendimento a fim de estabilizar a situação crítica na qual exigia a situação. Mas caso seja necessário iremos transportar o enfermo para outro serviço mais complexo no intuito de manter o estado de saúde durante o atendimento .

 

Neste serviço médico, recomenda-se a utilização de dados críticos a fim de cumprir a exigência na elaboração de uma base descritiva que permita a caracterização de serviços de saúde e biografias epidemiológicas. Ainda assim, isso se torna delicado pela falta de um instrumento sancionado para o armazenamento de informações sobre as circunstâncias atendidas.

 

Após a coleta de dados do paciente, foi plantado que os pedidos de respaldo do SAMU passaram, substancialmente, por problemas clínicos. Este específico foi vinculado em metrópoles brasileiras semelhantes. As ligações são atendidas por motoristas nos quais anotam dados sobre a localização da demanda, exigência médica ou acidente do qual foi reportado pelo enfermo.

 

Cada chamada é gravada com a finalidade de garantir que não haja nenhum trote. O caso também é repassado para o doutor no qual faz o regulamento médico necessário, no qual irá orientar sobre os primeiros socorros ao mesmo tempo decidindo o tipo de ambulância a ser enviada. Nas metrópoles brasileiras onde o serviço está disponível, o número de telefone para solicitação da ambulância do SAMU é o 192 (sem risco de não ser atendido) então ligue agora a fim de obter o atendimento desses profissionais da saúde que trabalham 24 horas por dia.

 

Ambulância do SAMU são divididas em veículos de vários tipos como por exemplo:

 

–  Unidades de terapia intensiva (UTIs móveis), usadas em casos mais graves.

–  Unidades de suporte introdutórias para transportar pacientes a outros hospitais.

–  Veículos de transporte VT, são usados ​​em casos mais simples.

–  Veículo de intervenção rápida, veículos 4×4 (SUV)

–  Motocicleta: Veículos de intervenção rápida somente para serviços básicos.

–  Unidade de socorro dentro da água (ambulancha).

–  Helicóptero: Unidade de atendimento médico pelo ar.

–  Ônibus ambulância: unidade de atendimento de múltiplas pessoas.